"E que a minha loucura seja perdoada, por que metade me mim é amor e a outra também."

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Desejo

"Hoje eu só quero que o dia termine bem ... (8)"

Tendo a enorme lamentação de que querer não é poder, tenho que dizer, ou melhor, tenho que deixar registrado no papel para não explodir, que hoje eu só quero que o meu dia termine com um boa noite seu. Quero que o meu aniversário comece com um buquê de rosas, rosas e termine com palavras sinceras, as mais bonitas que você puder dizer e que eu as possa ouvir.
Pautada na certeza de uma vida nova, que tal o primeiro passo não ser normal, não ser convencional? Me surpreenda cada manhã em troca de uma coisa nova toda noite. Acredite na retomada de velhos hábitos e no desapego de antigos defeitos. É, eu sei que antes não era assim, e que o que você se tornou era o meu maior desejo. Mas quem disse que eu tinha razão e que a minha vontade era pra ser ouvida? E o pior, quem negaria que eu me tornaria aquilo que eu mais temia? Já como dizia Renato Russo, "O imperfeito não participa do passado." E deve ser por isso que eu ainda estou na sua vida, e vice versa. 
Read More

Espontaneidade


Ser feliz esta na arte de saber cantar e mesmo assim cantar fora do tom, só pra deixar a voz sair. No descarrego das emoções, ou num gesto espontâneo. Percebi hoje cedo a importância de acordar bem, sem nenhum peso na consciência, mesmo que eu tenha feito algo errado, fiz por que quis e isso basta. Esse simples detalhe me deixa leve, organizada com meus próprios medos, e com vontade de ser sempre assim, decidida, dona do meu nariz.  
Sabe aquela vontade louca de experimentar todas as roupas do armário, de se jogar nas aventuras que só existem na sua mente e de experimentar o novo? Então, isso é o que eu quero de hoje em diante. Quero tomar atitudes que só cabem a mim e que só devem satisfazer aos meus caprichos. Sim, tenho um pouco de narcisismo, admito! Mas e daí? Faz bem. Lava a alma, rejuvenesce...
É, ser independente é bom, mas dói. Dói passar sexta feira sozinha, dói não se importar. Acho que na verdade, dói mudar, mesmo que a mudança seja pro bem. Demora para vermos os pontos bons, mas quando vemos, quando sentimos o gostinho de nos sentir completas sozinhas, ah meu amor, não queremos outra vida. E é assim que tem que ser, acordar com o cabelo pro alto,se olhar no espelho e se achar linda,  ir dormir sozinha depois de um bom filme de terror e não precisar de uma conchinha pra pegar no sono. Ta, eu admito que um carinho é bom, faz bem, mas não da pra depender disso, se agarrar a isso. Fazer do outro seu chão é estupidez; e por incrível que pareça, torna a vida amarga. 
Nem tudo que não é esperado é futilidade. Nem tudo que é taxado como pecado, de fato é. Utopia não precisa continuar sendo utopia. Uma hora a criança tem que crescer e com isso as mudanças são inevitáveis, e nem todo mundo gosta de mudanças. Independência e liberdade não tem haver com rótulos ou com modelos de personalidades almejados; tem haver sim com a essência única que todo ser humano tem, admitindo ou não, e é essa parte rebelde que muitas vezes nos faz abrir os olhos e enxergar no meio da escuridão e de aparências impostas pelo comodismo, é essa parte que inspira o melhor dentro de você, o espontâneo. 

Read More

Retribuição

É muito importante ter você aqui. Escrever e Ler são duas coisas que vivem juntas, portanto agradeço a sua leitura no que eu escrevi. Desejo que você leia cada vez mais e goste cada vez mais. Volte sempre (:

Meus Amores e Minhas Amoras

Uma concepção minha

Minha foto
"Abraço minhas vontades, mesmo que a minha cara fique roxa de tanto apanhar. Cumpro minhas promessas, mesmo que me doa. Não brinco com os outros para me distrair, tampouco dou uma de boa samaritana para depois me esconder atrás da moita. Isso não. Por isso, digo e repito: gosto de gente de verdade."
Tecnologia do Blogger.

© Metade amor & Metade loucura, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena